Pandemia da COVID-19 e a história da educação da população negra

Cairo Mohamad Ibrahim Katrib, Luciane Ribeiro Dias Gonçalves

Submited: 2021-07-23 22:09:19 | Published: 2021-07-24 00:58:38

DOI: https://doi.org/10.32735/S2735-65232021000493
Full text
PDF

Resumen

A pandemia da Covid-19 retoma as discussões sobre processos históricos excludentes produzidos pelo racismo e acelerado, na atualidade, pela doença. A proposta deste texto é contextualizar a história da Educação do povo negro brasileiro e o papel das ações compensatórias possibilitadas pelas políticas públicas nacionais como tentativa de reparação dos séculos de silenciamento da população negra e de sua contribuição na construção e na efetivação da nossa cultura e da nossa sociedade. Envidenciamos aqui, as visões distorcidas    dessa contribuição, posto que entendemos que elas ao se projetarem no cenário nacional, permitem questionamentos significativos, dentre eles a importância que africanos e afrodescendentes tiveram e têm para a concretização de nossa identidade cultural. Processos educacionais devem ser revistos para superarem o eurocêntrismo e um legado histórico da escravização e da segregação que sustenta uma sociedade racialmente injusta e influencia a pedagogia. A pós-pandemia deverá levar em consideração essas reflexões para que possa contribuir para contrução de uma sociedade mais equinanime.


Ibrahim Katrib C, Dias Gonçalves L. Pandemia da COVID-19 e a história da educação da população negra. Rev. INTEREDU. 2021;1(4): 197-227. Disponible en: doi:10.32735/S2735-65232021000493 [Accessed 16 Oct. 2021].
Ibrahim Katrib, C., & Dias Gonçalves, L. (2021). Pandemia da COVID-19 e a história da educação da população negra. Revista INTEREDU, 1(4), 197-227. doi:http://dx.doi.org/10.32735/S2735-65232021000493

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2021 Revista INTEREDU

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-CompartirIgual 4.0 Internacional.